O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

40

GUANAMBI FOI O 2º MUNICÍPIO QUE MAIS GEROU EMPREGOS NA BAHIA EM OUTUBRO, AFIRMA PESQUISA DO CAGED

Economia

Domingo, 23 de Dezembro de 2018


De acordo com as informações reunidas pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI, a Bahia abriu 625 postos de trabalho com registro em carteira em outubro de 2018, uma ampliação de 0,04% em relação ao montante existente no estoque do mês anterior. O resultado positivo decorreu da diferença entre 48.140 admissões e 47.515 desligamentos. O saldo para o estado da Bahia, em outubro de 2018, foi positivo depois de seis anos consecutivos de saldos negativos (na comparação com o mesmo mês). O resultado, apesar de superior ao do mesmo período do ano anterior (-36 postos), não superou o registrado no mês de setembro de 2018 (+8.509 postos)



Desligados



Para efeito de comparação, os saldos citados não incluem as declarações recebidas fora do prazo.  No acumulado do ano de 2018, o saldo alcançou +38.151 postos. Sete setores de atividade registraram saldos positivos: Serviços (+19.924 postos), Agropecuária (+7.000 postos), Indústria de Transformação (+5.082 postos), Construção Civil (+4.248 postos), Administração Pública (+1.549 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+1.317 postos) e Extrativa Mineral (+896 postos). Em contrapartida, Comércio (-1.865 postos) apresentou saldo negativo.



Análise regional



Em outubro de 2018, em relação ao saldo de postos de trabalho com carteira assinada, a Bahia (+625 postos)  ocupou a sétima posição entre os estados nordestinos e a décima sexta no conjunto das unidades federativas. No Nordeste,  exceto Pernambuco (-1.330 postos), todos os estados apresentaram saldo positivo no mês: Ceará (+3.669 postos), Alagoas  (+3.378 postos), Rio Grande do Norte (+2.491 postos), Sergipe (+2.440 postos), Paraíba (+1.239 postos), Maranhão (+664 postos),  Bahia (+625 postos) e Piauí (+250 postos).



Acumulado do ano – O resultado de janeiro a outubro (+38.151 postos), levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, fez com que o estado ocupasse a sétima posição no país e a primeira na região nordestina quanto à geração de empregos. No Nordeste, todos os estados totalizaram saldos positivos: Bahia (+38.151 postos), Ceará  (+26.212 postos), Pernambuco (+14.297 postos), Maranhão (+12.646 postos), Paraíba (+6.834 postos), Piauí (+6.299 postos), Rio  Grande do Norte (+6.127 postos), Sergipe (+2.462 postos) e Alagoas (+778 postos).



Análise RMS e Interior



– Analisando-se os dados referentes aos saldos de empregos com carteira assinada distribuídos no estado em outubro de 2018, constata-se surgimento de postos na RMS e no interior. De forma mais precisa, enquanto na RMS foram criados 264 postos de trabalho no décimo mês do ano, no interior foram geradas 361 posições celetistas. Quanto ao saldo de emprego acumulado no ano de 2018,enfatiza-se que a RMS gerou (+8.688 postos) e o interior criou (+29.463 postos) posições de trabalho com carteira assinada.



Análise Municipal



– No décimo mês do ano, entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, Lauro de Freitas (+628 postos), Guanambi (+277 postos) e Barreiras (+205 postos) tiveram os maiores saldos de empregos. Em compensação, entre os que mais fecharam posições de trabalho formal na Bahia em outubro de 2018 estão Salvador (-517 postos), Cruz das Almas (-269 postos) e Casa Nova (-190 postos). Quanto ao saldo acumulado do ano, na geração de postos, destacaram-se Salvador (+5.199 postos), Juazeiro (+4.247 postos) e Dias D ́Ávila (+1.832 postos). Por outro lado, Itabuna (-1.155 postos), Mata de São João (-449 postos) e Porto Seguro (-323 postos) foram os municípios com as maiores perdas de postos de trabalho celetista entre os municípios com mais de 30 mil habitantes.



 


Jorge Oliveira- O Popular Classificados com informações do CAGED


Últimas Notícias

Edições Anteriores

AGOSTO-2019

O POPULAR

Rua Aloisio Azevedo, n°260 - Bairro Villa Nova
(77) 3451-5116