O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

27

APÓS AGREDIR HOMEM EM MORRINHOS, VEREADOR HOMERO CASTRO EMITE NOTA ESCLARECENDO A CONFUSÃO

Policial

Terça-Feira, 02 de Outubro de 2018

Um homem identificado como Jaelson teria sido agredido com golpes de bainha de facão pelo vereador Homero de Oliveira Castro (PSD), de 50 anos, na manhã do último domingo, 30 de setembro,no distrito de Morrinhos, na zona rural de Guanambi, no Sudoeste da Bahia.


Conforme relatos de testemunhas, enquanto o vereador e seu assessor Lindomar Alves faziam panfletagem nas ruas do distrito, Jaelson seguia numa motocicleta ameaçando o vereador de morte.


Procurado pelo portal Folha do Vale, Homero afirmou que por volta das 11h30 da manhã, Jaelson foi à sua casa e ameaçou passar por cima do meu neto com uma motocicleta. “Fui chamado de corno, filho da p… e estuprador. Foi quando eu peguei a bainha do facão e desferir dois golpes contra ele. Não usei facão em momento algum”, disse Homero. Nesta manhã o vereador enviou nota a imprensa esclarecendo os fatos:


DIZ A NOTA: 


O vereador Homero Castro vem a público esclarecer fato ocorrido no último domingo (30), no Distrito de Morrinhos, onde teve a sua família fortemente ameaçada de morte, além de ataques feitos a honra de sua esposa e filha, por um elemento, de nome Joelson, que há meses vem o perseguindo pelas ruas do distrito, a mando de pessoas de um grupo político.


O vereador lamenta o ocorrido, pois vem há meses se esquivando das perseguições feitas, e que no último domingo, lamentavelmente teve o seu ápice, onde o sujeito, mais uma vez o abordou em via pública e afirmou que iria na casa do vereador matar os seus netos, o que levou o mesmo a se desesperar. Homero afirma que ainda tentou o diálogo com o individuo, mas não conseguiu conter o mesmo, que foi em direção a sua residência, sendo obrigado a aplicar o uso da força, para conter o ímpeto odioso do indivíduo.


O vereador afirma que qualquer cidadão de bem, vendo a sua família ameaçada de morte, tomaria a atitude que o mesmo tomou, pois toda a comunidade de Morrinhos é testemunha das perseguições realizadas pelo indivíduo contra a sua honra e de sua família, onde o mesmo, em locais públicos, praças, na frente da igreja e aglomerações, profere os mais terríveis absurdos morais contra os seus familiares, fato amplamente testemunhado pela comunidade local e também pelos familiares do acusador, que se propuseram, inclusive, a testemunhar a favor de Homero Castro.


Segundo Homero, é deprimente que este tipo de conduta das mais rasteiras e sórdidas ainda seja utilizada como estratégia baixa e mesquinha, para atacar a honra de uma família digna e trabalhadora, que contribui para o progresso de Morrinhos e de um vereador democraticamente eleito por ampla maioria da vontade popular. Homero ainda ratifica que para preservar a sua honra, a segurança dele e de sua família, e para evitar que fatos como esse ocorra novamente, irá tomar as devidas providências legais, contra o indivíduo.


Guanambi, 2 de outubro de 2018


Ass. Imprensa


Últimas Notícias

Edições Anteriores

OUTUBRO-2019

O POPULAR

Rua Aloisio Azevedo, n°260 - Bairro Villa Nova
(77) 3451-5116