O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

42

CIDADES DE ITABUNA E ALAGOINHAS DECRETAM CALAMIDADE PÚBLICA POR CAUSA DO CORONAVÍRUS

Regional

Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020


Os municípios de Itabuna, no sul, e Alagoinhas, no agreste baiano, decretaram estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus. As medidas foram publicadas nos diários oficiais dos municípios na quarta-feira (1°) em Alagoinhas e nesta quinta-feira (2) em Itabuna.



Agora, os decretos seguem para aprovação ou não da Assembleia Legislativa o Estado. Enquanto Itabuna tem quatro casos da Covid-19, Alagoinhas registra três. Ambos os municípios já tinham antes decretado estado de emergência devido às consequências da pandemia. 



ITABUNA



Em Itabuna, a medida vale por 180 dias, enquanto que em Alagoinhas, o documento não aponta o período. Além da conversão para calamidade pública, as cidades voltaram a estender medidas de enfrentamento ao contágio da Covid-19. No município do sul do estado, a prefeitura suspendeu o pagamento da tarifa de água cobrada pela Emasa [Empresa de Municipal de Águas e Saneamento S. A.] para os meses de abril, maio e junho. Os contemplados são os usuários da tarifa-residencial popular (R1).



A gestão do prefeito Fernando Gomes também disciplinou o atendimento bancário presencial para funcionar entre as 10h e 14h. Mesmo assim, as agências devem colocar à disposição álcool em gel para funcionários e clientes, além de organizar filas para evitar aglomeração. 



ALAGOINHAS



Em Alagoinhas, o prefeito Joaquim Neto prorrogou a suspensão das aulas da rede municipal pública e privada até o dia 17 de abril. Pelo mesmo período, ficam fechados também academias, parques infantis, cinemas, clubes sociais e similares. No mesmo decreto, o gestor criou o Comitê Especial do Comércio, de caráter consultivo, que discutirá sobre o funcionamento do setor comercial no município.




BAHIA NOTÍCIAS- FOTO: AGECOM


Últimas Notícias

Edições Anteriores

MARÇO-2020

O POPULAR