O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

42

ESCOLAS PARTICULARES QUEREM RETORNO IMEDIATO DAS AULAS NA BAHIA

Educação

Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020

As aulas das escolas publicas e particulares em todo estado seguem suspensas desde março quando do início da pandemia provocada pelo novo coronavírus. O governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto se reuniram para discutir o protocolo de retorno nesta quarta-feira (21).


Em meio a esse embaraço, famílias e alunos permanecem sem uma posição sobre o futuro escolar e como serão supridos os déficits acumulados durante todo o ano de 2020. A Tribuna ouviu o diretor do Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe-BA), Jorge Tadeu, a fim de sabermos a melhor solução a ser tomada neste momento.


“Penso que as escolas devem voltar a funcionar imediatamente, principalmente as escolas infantis. Contudo, reitero que esse retorno deva ser facultativo, gradativo e seguro, ou seja, seguindo os protocolos exigidos pelas autoridades de Saúde no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus”, pontuou.


“Nós temos notado em conversas com os pais, que as crianças já estão adoecendo psicologicamente em virtude dessa falta além de tudo lúdica que a escola promove. Os meninos pequenos precisam desse contato com o colega, é de suma importância”, avaliou.


Além disso, a suspensão das aulas presenciais causou um impacto financeiro jamais registrado nas escolas de educação infantil de Salvador e do interior da Bahia. O Sinepe-BA tem constatado um cancelamento de matrículas de cerca de 20%.


FONTE:  TRIBUNA DA BAHIA





Últimas Notícias

Edições Anteriores

NOVEMBRO-2020

O POPULAR