O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

32

LEI MUNICIPAL DE AUTORIA DE HUGO COSTA E LOLÓ SERVIU DE BASE PARA QUE TJ DETERMINASSE REDUÇÃO DA TAXA DE ESGOTO

Local

Quarta-Feira, 05 de Abril de 2017



A Lei Municipal 990/2015, de autoria do atual vice-prefeito Hugo Costa e do Vereador Carlos Jackson (Loló), aprovada pela Câmara em setembro de 2015 e sancionada pelo então prefeito Charles Fernandes, serviu de embasamento para que o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia determinasse, na semana passada,  a redução da taxa de esgoto no município de Guanambi.



Desta maneira, a Empresa Baiana de Água e Saneamento (EMBASA), que anteriormente vinha cobrando no município uma tarifa de  80 %   nos serviços de esgotamento sanitário, reduzirá esta cobrança  para  40% sobre o valor da conta de água, teto máximo, dentro do que é determinado  pela Lei Municipal Nº 990/2015.



Em entrevista à reportagem do Programa Radar 1530, o Vereador Loló expressou sua alegria pelo cumprimento da lei e pela atuação da Promotora,  Drª  Tatyane Miranda Caires, que buscou assegurar o direito dos consumidores guanambienses. “Esta vitória é do povo de Guanambi”, concluiu o vereador.



Segundo o Vice-prefeito e Secretário de Planejamento Hugo Costa, a população teve intensa participação cobrando o cumprimento desta lei. “Nós tivemos todo o cuidado para não criar uma lei inconstitucional justamente para assegurar e garantir ao povo de Guanambi uma cobrança justa e barata, na época tivemos o apoio de toda comunidade e de todos os Vereadores.” Destacou ele.


 


Jorge Oliveira- Jornal Popular


Últimas Notícias

Edições Anteriores

MARÇO-2020

O POPULAR