O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

43

FIM DO TOQUE DE RECOLHER NA ESPANHA É CELEBRADO COM MUITA FESTA

COVID-19

Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021


Com o fim do toque de recolher em quase todo o país, espanhóis foram às ruas empolgados e, ao ar livre, dançaram e celebraram, com gritos, a "liberdade". Em cenas que lembravam as celebrações de Ano Novo, milhares de jovens se reuniram na praça Porta do Sol, em Madri, para aplaudir o relógio marcando meia-noite, enquanto em Barcelona as pessoas foram para as praias com bebidas nas mãos.


A polícia de Barcelona teve a estranha tarefa de expulsar as pessoas das ruas depois que o último toque de recolher começou às 22h, apenas para deixar que voltassem à meia-noite. Algumas pessoas usavam máscaras, mas havia pouco distanciamento social enquanto os amigos se beijavam, abraçavam, dançavam e cantavam.


— Os jovens, como todo mundo, estiveram restritos — afirmou a vendedora de loja Paula Garcia, de 28 anos, em uma praia de Barcelona — Agora é a hora de um pouco de liberdade para aproveitarmos o verão — completou.


Apesar da euforia, a falta de distanciamento, vista em gravações publicadas nas redes sociais, gerou críticas e levantou preocupações:


— Liberdade não inclui quebrar as regras — disse o prefeito conservador de Madri, José Luis Martinez-Almeida, enfatizando que as reuniões para beber na rua, conhecidas como botellones, são proibidas.


Um dos países europeus mais atingidos pela Covid-19, a Espanha contabilizou, até aqui, 78.792 mortes e 3,6 milhões de casos. No entanto, as taxas de infecção começaram a cair e a vacinação está progredindo rapidamente, com 13,2 milhões de habitantes vacinados com ao menos uma dose do imunizante, o que corresponde a 28% da população. Os totalmente vacinados são 6 milhões, em torno de 13% do país.


As boas notícias na imunização permitiram que a maioria das 17 regiões da Espanha cancelassem o toque de recolher até o amanhecer. Apenas quatro vão mantê-lo: Ilhas Baleares, Ilhas Canárias, Navarra e Valência.


Outro país que afrouxou restrições foi a Alemanha, que a partir deste domingo vai beneficiar os mais de sete milhões de cidadãos totalmente vacinados, cerca de 9% da população, e aqueles que se recuperaram da doença e desenvolveram anticorpos. Com a nova flexibilização das normas sanitárias, será permitido, entre outras coisas, ir ao cabeleireiro ou a um encontro particular sem um teste negativo.


Os alemães vacinados também poderão entrar em qualquer loja sem terem de apresentar resultado negativo, como ocorre atualmente com o resto da população, à exceção de estabelecimentos essenciais, como supermercados ou farmácias. Além disso, eles não precisam mais obedecer ao toque de recolher noturno, aplicado desde o mês passado em resposta a uma terceira onda de infecções e mortes.


Ao todo, a Alemanha possui 3,5 milhões de infectados e 84.789 de mortes por conta da Covid-19 desde o início da pandemia. Os que receberam ao menos uma dose da vacina já alcançam a marca dos 26,8 milhões, em torno de 32% da população alemã.


Fonte: O Globo








Últimas Notícias

Edições Anteriores

JUNHO-2021

O POPULAR