O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

30

"VAMOS DEBATER IDEIAS, NÃO IDADE" DIZ WAGNER APÓS FALA DE ACM NETO

Política

Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2021


Por Henrique Brinco- Tribuna da Bahia


Faltando mais de um ano da eleição, Jaques Wagner e ACM Neto começam a acirrar a disputa de 2022 na Bahia com troca de farpas. O senador e pré-candidato do PT ao governo da Bahia afirmou ontem, durante a entrega da ampliação do Hospital do Oeste, em Barreiras, que o presidente nacional do DEM e potencial adversário para 2022 está confundindo "idade com modernidade", após as declarações do ex-prefeito de Salvador. 


"As pessoas podem ter pouca idade e ter uma cabeça velha e podem ter mais idade e ter uma cabeça moderna. Se é passado, pega o passado que ele participou, pelo menos do grupo dele, 16 anos dele e 16 do nosso, e o resto o pessoal responde. É joguinho de palavras que ele fica fazendo. Eu tenho 70 anos e tenho muito orgulho e muita disposição para trabalhar. Eu acho que modernidade é o se que carrega na cabeça e é o que interessa ao povo baiano", afirmou. 


Wagner aproveitou a ocasião para falar sobre a união do grupo político na Bahia – PT PP, PSD, PSB, PCdoB, Podemos e Avante, dentre outros. "Eu acho que esse grupo de partidos diferentes, como eu digo 'os azuis com o vermelho', se reuniu para produzir a paz que a Bahia precisa para andar para frente, para mudar a cara da Bahia, com um jeito mais respeitoso. Veja o partido de Otto, de Leão, o quanto cresceram. O grupo é forte porque prospera. Vamos disputar ideias, e não idade", destacou. 


No fim de semana, Neto disse em Vitória da Conquista que os baianos "querem olhar para o futuro porque o ex-governador Jaques Wagner representa o passado, representa uma história que está tendo o seu momento final, fechando um ciclo". Ele ressaltou ainda que deve lançar sua pré-candidatura ao governo estadual até o final do ano e atacou os governos petistas na Bahia. 


"Tenho me preocupado muito em estimular setores econômicos que podem significar no futuro muito mais emprego para os baianos porque eu acho que esse é o nosso maior desafio. Temos um Estado ainda muito desigual, mas casa região tem a sua vocação, tem o seu potencial, e quero estimular ao máximo o potencial de cada região, dentro desta perspectiva de oferecer um novo horizonte para a Bahia", alfinetou. 






Últimas Notícias

Edições Anteriores

JANEIRO

O POPULAR