O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

32

CASARÃO DA FAZENDA SANTA ROSA

Cultura

Quinta-Feira, 23 de Abril de 2015

O primeiro dono da Fazenda Santa Rosa, localizada no município de Candiba (Bahia), na época da escravatura, se chamava Zifirino Botelho de Andrade, sua esposa era a senhora Maria Olívia de Andrade, chamada pelos escravos de Sinhá Liva. Ao ficar viúva, Maria Olívia passou a comandar a administração da fazenda e os escravos, mas quando veio a abolição, no dia 13 de maio de 1888, ela, desesperada, acabou fugindo para o mato, sendo encontrados mais tarde, somente  seus restos mortais. Então a fazenda, passou a pertencer pelo usocapião, ao Sr Tenente Coronel Otacílio Rodrigues Lima, que a deu como dote para o seu genro, o alemão Sr Wilhem Otto Koehne, que se casou com a sua filha, Alice Rodrigues Lima Koehne.
O senhor Otto, como era chamado, vendeu a Fazenda Santa Rosa para o senhor Gasparino Pereira Donato em 1935, por 35 contos de réis. Em 1941, o senhor Gasparino Pereira Donato vendeu a mesma fazenda para o senhor João de Birene, pelo valor de 39 contos de réis.
Em 1943, João de Birene vendeu a Fazenda Santa Rosa para o senhor Trajano José de Souza, por 5.000 mil cruzeiros.
Em 1946, Trajano José de Souza, vendeu a propriedade para o senhor José Teixeira de Azevedo, por 10.000 mil cruzeiros.
Com a morte deste último proprietário, a fazenda foi dividida para os herdeiros, seus filhos.
Hoje, a Fazenda Santa Rosa,  que tinha trezentos alqueires, o equivalente a 4.500 hectares, incluindo as  localidades da Fazenda Cambão, Fazenda Formosa, Fazenda Canto Escuro, Fazenda Pajeú, e Fazenda Pau de Colher, pertence aos herdeiros do Senhor Crescêncio Teixeira de Azevedo.


Fonte: Fazendas Históricas da Bahia


Últimas Notícias

Edições Anteriores

MARÇO-2020

O POPULAR