O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

42

CASOS DE DENGUE E CHIKUNGUNYA DISPARAM NA BAHIA

Saúde

Quinta-Feira, 23 de Abril de 2020

Como se não bastasse os transtornos causados por conta do novo coronavírus, os baianos têm ainda que se preocupar com o alarmante aumento no número de casos de Chikungunya no estado. De acordo com dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), de janeiro até agora, foram notificados 4.580 casos da doença, sendo um óbito confirmado no estado. O que representa um aumento de 579,5% se comparado com mesmo período do ano passado.


Em relação a capital baiana, esses números também chegam a preocupar as autoridades, já que foram registradas 1.818 pessoas vítimas da doença, de janeiro até agora. As informações são da Secretaria de Saúde de Salvador (SMS), que lembra, apesar dos esforços voltados ao combate do coronavírus, a Prefeitura tem intensificado a Operação Dengue com reforço importante nas ações em combate ao Aedes Aegypti.


“Os 1.500 agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já vistoriaram mais de 40 localidades. Em tempos de quarentena, o CCZ pede à população que está em casa que redobre os cuidados domiciliares e fiquem atentos aos recipientes com água parada”, recomenda a secretaria.


Ainda de acordo com a SMS, o fortalecimento das ações ocorre devido às oscilações climáticas da estação que favorecem a proliferação do mosquito, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya. “Além dos períodos que intercalam chuva e sol, as ações de combate se baseiam, ainda, nos números do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), realizado na primeira semana de janeiro deste ano”.


DENGUE E ZIKA


Segundo a Sesab, de janeiro até agora, foram notificados 19.856 casos de dengue no estado. O mesmo período de 2019, foram notificados 16.737 casos prováveis da doença, o que representa um aumento de 18,6%. No total, 326 municípios realizaram notificação para esse agravo. Até o momento, há um óbito confirmado na cidade de Vitória da Conquista.


Já os dados notificados para zika, foram 747 no estado. No mesmo período de 2019, foram notificados 618 casos prováveis da doença, o que representa um aumento de 20,8%. No total, 65 municípios realizaram notificações para esse agravo. Até o momento, não foram notificados óbitos para Zika na Bahia.


TRANSCRITO DO PORTAL TRIBUNA DA BAHIA- FOTO: INTERNET


Últimas Notícias

Edições Anteriores

NOVEMBRO-2020

O POPULAR