O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

46

PRIMEIRO CASO DA VARIANTE DELTA É REGISTRADO EM GUANAMBI

COVID-19

Terça-Feira, 05 de Outubro de 2021



A Secretaria de Saúde de Guanambi, comunica que foi identificado no município, o primeiro caso da variante SARS-COV-2 da linhagem B.1.617.2 (Variante DELTA), através do sequenciamento genético por amostragem em caso confirmado de COVID-19, realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA).



O caso identificado com a variante trata-se de uma mulher de 34 anos, sem comorbidades, diagnosticada com COVID-19 no dia 13 de setembro, com sintomas leves (Coriza, dor de cabeça, dor no corpo, tosse, distúrbios olfativos e distúrbios gustativos), não sendo necessário internação. Cumpriu o isolamento domiciliar no período de 10 dias e hoje encontra-se recuperada. Apresentou histórico de viagem para Salvador onde há circulação da variante Delta. A paciente havia tomado a 1ª dose da vacina Pfizer no dia 13 de agosto de 2021. A partir da investigação epidemiológica, identificou-se cinco (05) contatos que realizaram também isolamento, destes apenas um (01) testou positivo para COVID-19, apresentando sintomas leves e recuperado.



Estudos apontam que a variante Delta é muito mais transmissível do que foi observada em outras variantes e declarada como uma variante de preocupação pela Organização Mundial de saúde (OMS), especialmente em relação aos sintomas, por serem parecidos com um resfriado, como coriza, dor de cabeça, dor de garganta, mal-estar e febre, podendo ser confundida com uma gripe comum, levando muitas pessoas contaminadas a não procurarem o serviço de saúde, e consequentemente a não realizarem o isolamento domiciliar, aumentando a transmissão da doença.



Apesar da atual situação epidemiológica no município apontar para uma redução sustentada da positividade dos casos de COVID-19, assim como de internações, casos graves e óbitos, a Secretaria de Municipal de Saúde alerta a população para o risco de uma transmissão comunitária da variante Delta.



Portanto, reforçamos a necessidade de mantermos as medidas sanitárias de proteção individual e coletiva, como o uso de máscaras, higienização das mãos, distanciamento social evitando aglomerações, e a importância do esquema vacinal completo. O Pronto Atendimento COVID-19 continua sendo a referência para quadros de sintomas gripais para toda nossa população.



Autor: Assessoria de Comunicação







Últimas Notícias

Edições Anteriores

SETEMBRO

O POPULAR