Warning: Unexpected character in input: ''' (ASCII=39) state=1 in /home/opopular/public_html/files/inc/funcao.php(3) : eval()'d code on line 1

Parse error: syntax error, unexpected T_STRING in /home/opopular/public_html/files/inc/funcao.php(3) : eval()'d code on line 1
DEPUTADO TIRIRICA CRITICA BOLSONARO POR NÃO FAZER "TROCA DE FAVORES' - O Popular ::: Classificados

O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

56

DEPUTADO TIRIRICA CRITICA BOLSONARO POR NÃO FAZER "TROCA DE FAVORES'

Política

Terça-Feira, 02 de Julho de 2019

Personagem caricato da política brasileira e símbolo de um voto de protesto em 2011, quando foi eleito como o deputado federal mais votado do país, Tiririca (PL-SP) criticou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em entrevista concedida a Folha de São Paulo.



“Tá faltando a galera pra chegar e dizer: ‘Irmão, senta aqui. Cara, tu não é deputado. É o país, irmão. Assim não vai. É assim, assim e assim…’ Se ele não sair do pedestal ele vai ser o pior governo que já tivemos em todos os tempos”, disse.


 


Em seu terceiro mandato, Tiririca só teve um projeto aprovado na Câmara dos Deputados e com autoria dividida com outros 62 parlamentares, que estabeleceu a criação do Programa de Cultura do Trabalhador. Ele afirma que ao chegar na Câmara acreditava que ia “aprovar projeto pra caramba”, mas acabou se dando conta de que isso não era possível.


O deputado afirma que Bolsonaro deveria voltar ao velho modelo de “toma lá, dá cá”, negociando com o Congresso para ter projetos aprovados. Ele afirma que se isso não acontecer, o governo vai ser o pior que já passou pelo país, pois na sua avaliação tem que ter diálogo.


“Se não tá voltando [ao velho modelo], tem que voltar, senão vai ser o pior governo que já passou pelo nosso país. [a assessora interrompe: “Diálogo, ele acha que tem que ter diálogo”] Diálogo, é isso que tem que ter”, continuou.


 


Tiririca também questionou o modelo de nova política, defendida por Jair Bolsonaro, afirmando que o Governo já sofreu várias derrotas no Congresso devido a esse modelo. Em seguida, ele defendeu a “troca de favores”, enfatizando que isso “tem que existir”.


“É troca de favores. Tem que existir, cara, tem que existir troca de favores [enfatiza as palavras com as mãos juntas]. To falando não aqui [aponta para o plenário], porque não jogo nessa pegada. Os caras me respeitam, não chegam me oferecendo nada, não me meto. Não to nem aí se eles fazem e se queimam ou não. Faço o meu e estamos conversados. Não é negócio de dinheiro, meu irmão, é diálogo, diálogo”, afirmou.



TEXTO: ESTADÃO.COM


Últimas Notícias

Edições Anteriores

MARÇO-2020

O POPULAR