O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

39

MARATONISTA FAZ PERCURSO DE GUANAMBI A PALMAS DE MONTE EM POUCO MAIS DE TRÊS HORAS

Esporte

Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020


O guanambiense, Haryston Wesckley costa Guimarães (biriguí) que no mês de agosto completa 38 anos e ganhou destaque ao perder mais de 50 quilos em menos de um ano e se transformar num atleta invejável, continua sua trajetória de superação. Neste sábado (25) ele venceu mais um desafio ao correr 45 km em 3:12h de Guanambi a Palmas de Monte Alto, o que o coloca na condição de ultramaratonista.



Ao Farol da Cidade “biriguí” revelou que fechou a semana com 180 km. No último desafio ele fez o percurso de Guanambi a Caetité de 42,6 km em 3:14h. Sua meta na última entrevista era superar os 70 km, mas “biro” não descarta a possibilidade de fazer o trajeto Guanambi a Carinhanha e com isso chegar a correr 100 km.



Em áudio enviado ao Farol da Cidade ele falou da conquista e agradeceu a Deus e o apoio recebido do Dr Jhones Carneiro, ao fisioterapeuta Carlos Filho e ao Professor de Educação Física Marcelão Caetité e a Fazolo Suplementos.



Uma história de superação, determinação, foco e acima de tudo fé



Haryston Wesckley costa Guimarães (biriguí), 1,70 de altura, 61 quilos. Mas nem sempre foi assim, há três anos ele chegou a pesar 115 kg. Perguntado o que o levou a tomar uma decisão radical ele respondeu “eu ainda não estava doente, sempre fui um atleta, porém um dia olhei no espelho e me assustei e disse a minha esposa hoje vou começar uma dieta, não vou esperar para segunda-feira não”. Ele conta que a casa estava cheia de comida, o freezer com picanha, bolo no pote, só de refrigerante tinha 15 fardos de 350ml. O que ele fez? Deu tudo e começou a comer salada e frango grelhado no almoço e na janta. No café da manhã suco de couve com gengibre e limão e caminhada de 6 km de domingo a domingo.  O resultado de tanto esforço foi 12 quilos a menos no primeiro mês. Aí logo começaram as críticas “você vai adoecer, vai pegar uma anemia profunda e  vai morrer”, mas ele não desistiu e se manteve firme no seu propósito. Dez meses depois, em setembro de 2018, ele já havia perdido 54 quilos.



Corrida



Da caminhada de seis km no início, sete meses depois, Haryston Wesckley (biriguí) começou a correr e não parou mais. Um ano depois já não era mais uma corrida leve, era em ritmo forte e indo cada vez mais longe e superando seus próprios recordes.  A paixão pela corrida aumenta a cada minuto, a cada hora, a cada dia, somente no ano passado ele correu 4.447 km, uma média de 373 km por mês. Para 2020 a meta é ultrapassar a casa dos 6 mil quilômetros ou mais.


FONTE:  SITE FAROL DA CIDADE (FERNANDO ALVES) 



 





Últimas Notícias

Edições Anteriores

SETEMBRO- 2020

O POPULAR