O que você está procurando?

Todos os anúncios

Total de Ofertas

56

GUANAMBI FICA EM PRIMEIRO LUGAR NA BAHIA NOS INDICADORES DE GESTÃO MUNICIPAL DO CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO

Local

Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019



O município de Guanambi foi classificado em primeiro lugar no estado da Bahia no Índice de Medição de Administração abordando os setores de finanças e austeridade, saúde, educação, assistência Social e outros indicadores referentes a 2018, entre as cidades de 50 a 100 mil habitantes.



 



Os critérios do órgão são feitos de forma criteriosa com dados com base no desempenho de cada gestão, com base na credibilidade da pesquisa e do conselho que pauta sua atuação em defesa da classe que representa e no auxílio às políticas públicas de desenvolvimento sustentável. Guanambi superou as cidades de Bom Jesus da Lapa, Brumado, Irecê e Jacobina.



 



Ao comemorar a informação, o Prefeito Jairo Magalhães destacou, “esta classificação aferida por um órgão independente e importante nos enche de alegria, o que divido com toda nossa equipe, mostrando que estamos honrando os compromissos de trabalhar em todos os segmentos, fazendo Guanambi avançar e construir um futuro ainda melhor para todos”.



Critérios utilizados



Durante os anos de 2017 e 2018, o CFA promoveu várias apresentações do IGM em todo o país, em audiências públicas, eventos voltados para a gestão pública, e apresentações para segmentos específicos organizados pelos Conselhos Regionais de Administração (CRAs).



Nestes encontros, foram identificadas oportunidades de melhoria do índice e, em 2018, foi construída uma nova metodologia, destacando-se dois pontos principais: a) agrupamento de municípios semelhantes e, b) definição de metas a serem atingidas pelos municípios, aprimorando-se, assim, a metodologia anterior ao permitir uma comparação mais justa e efetiva entre os municípios.



O IGM-CFA consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho.



 



Foi elaborado a partir de dados secundários, e considera áreas como saúde, educação, gestão fiscal, habitação, recursos humanos, transparência, violência dentre outras.



 



A partir da construção de extenso banco de dados municipais, que foram extraídos de bases públicas como STN, IBGE, PNUD e DATASUS, realizou-se priorização de indicadores e variáveis e, em seguida, por meio de tratamento estatístico, foi possível gerar um resultado para cada dimensão e para o Índice. Assim como boa parte de suas fontes, o IGM será atualizado anualmente.



 



Nesse sentido, o Índice CFA de Governança Municipal se destaca e se diferencia de todos os demais índices já utilizados no contexto brasileiro para mensuração da performance municipal uma vez que contempla uma visão mais ampliada sobre as dimensões da governança pública, e em especial, sobre a relação entre a dimensões fiscal, gestão e desempenho, atrelada a um inovador conjunto de metas a serem atingidos pelo município que serão detalhados na metodologia adotada para o cálculo do índice.


Ass. Comunicação PMG


Últimas Notícias

Edições Anteriores

MARÇO-2020

O POPULAR